O último Omega Australiano

Quase todos conhecem a história do último Omega nacional produzido pela General Motors no Brasil. Mas e a respeito do Omega que foi importado da Austrália ao Brasil entre 1999 e 2011? O Holden Commodore foi produzido até 2017 em seu país de origem.

Em 2018 a Holden passou a importar o Opel Insignia, e assim como foi feito no Brasil entre 1999 e 2011, trocou o nome do veículo de origem e o vende por lá desde então como Holden Commodore.

O último Holden Commodore Australiano

O último Commodore passou pela fábrica em 20 outubro de 2017, sendo também o último automóvel produzido pela marca naquela planta, que encerrou totalmente as suas atividades na data.

Um imponente Commodore da versão esportiva SS-V Redline, equipado com um motor V8 e transmissão manual foi o último de mais de 7 milhões produzido na planta de Elizabeth pela Holden desde o ano de 1948.

Fechando o ciclo de motores, alguns modelos antes do SS-V, passou também pela linha um Commodore Calais V6 de injeção direta, similar ao motor usado na última encarnação do Omega no Brasil, o Fittipaldi, sendo o último a ser fabricado com um motor também produzido na Austrália, os motores V8 eram produzidos nos EUA.

O último Holden Commodore em produção em Elizabeth

Commodore e Holden em números

O melhor ano das vendas do Holden Commodore na Austrália foi 2005, quando o modelo alcançou 153.026 unidades comercializadas. A geração mais vendida foi a produzida entre 1997 e 1999, que alcançou 303.000 unidades vendidas.

O ano com o maior quadro de funcionários da Holden foi em 1964, onde quase 24.000 funcionários trabalhavam espalhados em sete unidades no país. No último dia de produção, estavam empregados na Holden 945 pessoas.

Os veículos atualmente vendidos pela Holden na Austrália são importados de outros países, entre eles Alemanha, Coréia do Sul, Tailândia, Polônia e Estados Unidos.

O futuro do Commodore

Com a venda da Opel para o grupo PSA em 2017, não há clareza sobre o futuro do Commodore na Austrália. O Insignia deve deixar de utilizar a plataforma dos tempos de GM até 2021, então é provável que o Commodore australiano não possa mais ser produzido na Alemanha.

Holden Commodore baseado no Opel Insignia

Ao mesmo tempo, no final 2018 a Holden solicitou uma pausa na produção do Commodore devido à baixa demanda e o aumento dos estoques.