Cruzeiro e Supermercados BH

Todo cruzeirense provavelmente ouviu declarações doa Pedro Lourenço, dono da rede da rede Supermercados BH, falando abertamente sobre a forma que controla o clube com sua influência financeira.

Seria apenas cômico, se não fosse trágico. Depois de uma década sendo mal administrado, com maior irresponsabilidade durante a gestão de Wagner Pires de Sá, a bagunça chegou a níveis de absoluta falta de ordem.

Como patrocinador do clube, Pedro Lourenço não deveria nem mesmo exercer influência no departamento de futebol, pior ainda, externar sua insatisfação de maneira pública como fez este sábado após a derrota do clube celeste frente ao América, no Mineirão.

Não apenas os episódios de contratações do presidente anterior, que desde a queda para a série B enfileram ações trabalhistas na justiça, este último episódio demonstra a falta de profissionalismo do clube e de todos os que fazem parte de alguma maneira, no caso do Pedro Lourenço, seu principal patrocinador.

Situação mais difícil a cada dia. Não tenho muita esperança com meu clube, entristecido, sou obrigado a considerar a hipótese de nunca mais sermos mais o grande e respeitado Cruzeiro Esporte Clube.